Tudo o que precisa saber sobre chinchilas...

Doenças mais comuns

Diarreia: deve tirar-se o granulado e alimentar a chin a sementes de centeio, arroz, tosta integral e flores de camomila. À medida que melhora vai-se adicionado lentamente o granulado. Nos casos mais graves recomenda-se ser vista por um veterinário.

Obstipação: as fezes ficam muito pequenas e o gás acumulado nos intestinos pode matar o animal. Deve dar-se passas ou ameixas até que defeque normalmente. Se não apresentar melhoras em 24 horas, deve ser levado ao veterinário.

Conjuntivite: por vezes, são provocadas pela areia do banho. O veterinário receitará gotas que rapidamente resolvem o problema.

Fungos: provocados pelo excesso de humidade do local onde vive a chinchila ou por falta de limpeza. Evita-se juntando ao banho diário um nadinha de pó anti- fungos (Canesten em pó). Uma vez instalado o fungo, deve isolar-se o animal e pincelar directamente o pó várias vezes ao dia. Se não resolver o veterinário receitará um anti fúngico.

Anel de pêlo no pénis dos machos: acontece frequentemente durante a cópula. Os machos devem ser vigiados durante o cio, para que o anel de pêlo seja retirado.

Problemas dentários: acontece raramente e nem sempre é detectado a tempo. É provocada por um má formação dos dentes, em que a chinchila não os consegue desgastar. O resultado é que os dentes crescem de tal maneira que ferem a boca e a chinchila deixa de comer. Os sintomas são olhos lacrimejantes e baba ao canto da boca. Quando detectado o problema deve levar-se logo ao veterinário para tentar resolver o assunto.

 

 

 

Valid XHTML 1.0 Transitional

webdesign ::. Cátia Silva .::
Home